Seguir por email

quinta-feira, 25 de março de 2004

Como acabar com a publicidade indesejada na caixa do correio

Recebi um envelope formato A4 envolto em plástico tal e qual como se tratasse daquelas mensagens urgentes entregues por uma dessas empresas de correio acelerado.

Aberta a bolsa plástica, lá estava um envelope todo colorido e bastante apelativo, reconheço.

Lá dentro estava a minha sorte grande: como ganhar um lindissimo carro sem o mínimo esforço. É só colar as vinhetas no local indicado para o efeito e remeter sem demoras para o destinatário utilizando o envelope RSF oferecido pela empresa.

Há e já agora também deveria encomendar uns livros que agora não me recordo, mas suponho tratarem de crianças (um tema sempre importante nas nossas vidas, pelo menos numa dada fase da vida) e/ou jardins.

>>> Agora vem a solução:

Vamos passar a devolver toda a correspondência que nos chegar lá a casa com uma simples mensagem: "não estou interessado/a, obrigado/a)

Talvez as empresas de marketing directo passem a reflectir sobre os custos desse retorno e passem, a ter mais cuidado a quem enviam a malfadada correspondência indesejada.

Aaaarrrghh
Detesto abrir a caixa do correio, após um período de ausência, e ter que destruir toda aquela correspondência, correndo o risco de lá pelo meio ter uma carta realmente importante.

Abreu Pires
www.favoritus.net